quarta-feira, 6 de março de 2013

Brigadeiro de espinafre




    Foi na cozinha de alguma dona de casa apaixonada por doces que deve ter nascido o brigadeiro. Talvez uma avó o tenha preparado pela primeira vez para servir na festa de aniversário de seu netinho, enquanto a mãe do garoto passava glacê sobre o pão-de-ló.
    A data de nascimento desse bombom, o mais popular e, talvez, mais brasileiro dos nossos doces, é incerta. Acredita-se que ele tenha sido inventado na década de 1940. Em 1945, por ocasião da candidatura do brigadeiro Eduardo Gomes à Presidência da República, festas eram organizadas pelos aliados do militar na intenção de promover a sua candidatura.
    Para levantar fundos para a campanha de Eduardo Gomes, que concorria na chapa da União Democrática Nacional, alguns doces eram vendidos nesses eventos. Um desses doces, de nome "negrinho", umas bolinhas preparadas a partir de um trio de ingredientes (achocolatado, manteiga, gemas e leite condensado) teria feito tanto sucesso entre os convidados que alguém teve a ideia de chamá-lo de "brigadeiro" em homenagem ao candidato da UDN, que acabou perdendo a eleição para o general Eurico Gaspar Dutra.
    No decorrer dos anos a receita do brigadeiro ganhou outros ingredientes, como o creme de leite, que o deixou um pouquinho menos açucarado. Também é comum encontrar chocolate meio amargo em barra e cacau em pó na receita da guloseima vendida nas boas confeitarias do país.
    O espinafre perde todo o seu sabor quando preparado junto a ingredientes doces, mas deixa sua marca inconfundível: o verde vivo. Recomendo esse brigadeiro pois alem do aspecto visual ser incrível  o valor nutricional é maior do que um brigadeiro comum.
    A receita é bem simples basta bater uma xícara de espinafre (folas e talos) com meia lata de creme de leite no liquidificador, depois junte a uma lata de leite condensado. Cozinhe em fogo baixo ate soltar do fundo da panela.

2 comentários:

  1. Olá, boa tarde!

    Atrás do brigadeiro de espinafre (incrível, jamais poderia pensar!) vim conhecer o seu blog,
    Meus cumprimentos, tudo muito bom por aqui!

    Muito prazer,
    Renata Boechat

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que gostou! Volte quando quiser!

      Excluir

Comenta ai!